Visite nosso site
CARREGANDO...
curso tecnológico
No items found.

Além das modalidades de Ensino Superior conhecidas como bacharelado e licenciatura, existe uma que também merece destaque, chamada de curso tecnológico, cujo diploma tem a mesma validade em âmbito nacional que os outros citados.

O aumento na procura por um tecnólogo aumentou 119,4% entre os anos de 2007 e 2017. Além disso, o número de formados também disparou durante esse período, passando de 84.341 para 196.999 pessoas.

Você quer saber por que essa busca tem crescido progressivamente? Para isso, leia este post e descubra as principais vantagens de cursar essa modalidade de ensino!

O que é um curso tecnológico e como funciona?

Para entender o curso tecnológico, é importante ressaltar que ele nada tem a ver com um curso técnico. Afinal, faz parte do Ensino Superior, assim como o bacharelado e a licenciatura.

No entanto, existem algumas especificidades a respeito desse tipo de graduação, principalmente em relação à duração. Enquanto o bacharelado e a licenciatura têm de 4 a 6 anos, o tecnológico dura de 2 a 3 anos.

Ao final do curso, o aluno recebe um diploma de Ensino Superior e ainda pode embarcar em uma pós ou tentar concursos de nível superior. Enquanto isso, o curso técnico é restrito ao Ensino Médio.

O tecnológico é voltado para áreas específicas e o objetivo é formar mão de obra mais rapidamente e suprir as necessidades do mercado, gerando também uma alta empregabilidade.

Por isso, enquanto a graduação tradicional apresenta um foco maior nas teorias e conceitos, a tecnológica opta por priorizar as competências profissionais que o estudante precisa adquirir de acordo com a demanda do mercado.

Como o próprio nome já diz, esse tipo de estudo se concentra em avanços tecnológicos, sendo voltada para a inovação e necessidades da população.

Além disso, os cursos tecnológicos focam numa área específica dentro de um ramo de conhecimento. Por exemplo, em vez de estudar Biologia, que é a grande área, o aluno se matricula em Meio Ambiente, que é um sub-ramo das Ciências Biológicas.

Em 2018, foram feitas 310.266 inscrições no Sisu (Sistema de Seleção Unificada) para cursos na modalidade tecnológica, cuja maior parte se concentrou nas seguintes opções, respectivamente:

  1. Análise e Desenvolvimento de Sistemas;
  2. Gestão Pública;
  3. Alimentos;
  4. Gestão Ambiental;
  5. Gestão de Turismo;
  6. Radiologia;
  7. Logística;
  8. Redes de Computadores;
  9. Automação Industrial;
  10. Sistemas para Internet.

Por que escolher um curso tecnológico?

Os cursos tecnológicos existem no Brasil desde a década de 60, mas apenas nos últimos anos que a procura aumentou devido à quantidade de benefícios que essa modalidade de Ensino Superior apresenta. Conheça agora alguns deles:

Mesmas garantias de uma graduação tradicional

Ainda que exista um receio em relação às garantias de um diploma de tecnólogo, é importante ressaltar que, como já adiantamos, um curso dessa natureza tem a mesma validade em território nacional que um de bacharelado ou licenciatura.

Portanto, o graduado pode fazer concursos, pós-graduações nas áreas em que desejar e se candidatar em vagas que exigem nível superior. Dessa forma, para o mercado de trabalho, não existem diferenças entre esses diplomas, já que todos são considerados pelo Ministério da Educação (MEC) como cursos incluídos no Ensino Superior.

Ensino prático

Não são todas as pessoas que têm interesse em estudar durante quatro anos teorias que, possivelmente, não serão todas utilizadas no dia a dia do trabalho. Por ter um foco mais prático, o aluno matriculado no tecnológico aprende o que é fundamental para o exercício da profissão.

Assim, as aulas são voltadas para a prática, envolvendo laboratórios e estágios. Devido a essa rotina, o aluno tem um conhecimento melhor sobre o modo como a carreira funciona e não sai despreparado da graduação para o mercado de trabalho.

Com isso, não corre o risco de ter que estudar diversos pensadores para, no final das contas, não saber aplicá-los durante a carreira. Para quem procura uma formação mais direcionada para a execução das atividades laborais, o tecnológico é a opção ideal.

Conhecimento de especialista

Durante a graduação na modalidade de bacharelado ou licenciatura, o aluno lida com uma densa carga de conteúdo e, muitas vezes, não consegue aprofundar em um tema só.

Afinal, o objetivo desse tipo de ensino é oferecer um panorama de determinada área para que, futuramente, por meio de uma pós ou cursos complementares, os estudantes possam ir para um sub-ramo específico.

No caso do tecnológico, o graduado sai do curso com conhecimento de especialista, pois a própria graduação oferece essa bagagem a ele. Isso porque a meta desse tipo de estudo não é fornecer um conhecimento amplo, mas um específico para que o aluno possa se aprofundar no tema escolhido.

Tempo reduzido

Certamente, essa é uma das principais vantagens ao escolher um curso tecnológico. Afinal, a duração de uma graduação tradicional desestimula muitas pessoas que precisam trabalhar e não têm tempo suficiente para isso, já que precisariam dedicar, no mínimo, quatro anos das suas vidas ao estudo.

Já com o curso tecnológico é possível terminar a graduação em somente dois anos, o que agiliza bastante o tempo entre o estudo até a entrada no mercado de trabalho do formado.

Aliás, caso o estudante já trabalhe, esse tempo reduzido não o impede de continuar no emprego, pois o horário das aulas pode ser compatível com o tempo livre disponível depois ou antes do trabalho, diferentemente de grande parte das graduações tradicionais.

Menor custo

Em geral, o custo de um curso tecnológico nas instituições privadas é bem reduzido se comparado a uma graduação tradicional, já que o tempo para a formação também é menor. Com isso, ao final do curso você pode economizar uma quantia significativa.

Isso permite que o acesso à educação superior seja facilitado. Pessoas que antes não poderiam fazer uma graduação veem nessa modalidade uma chance de conquistar esse objetivo. Aliás, as mensalidades também podem ser mais baratas, especialmente se for escolhida a opção da educação a distância, também chamada de EaD.

No entanto, para saber se a melhor alternativa é a distância ou presencial, é importante avaliar as características de cada uma delas. Para isso, confira o nosso artigo sobre esse assunto!

CLIQUE AQUI PARA BAIXAR O ARQUIVO

Tags

No items found.
INSCREVA-SE PARA RECEBER NOSSAS NOTÍCIAS

Receba as novidades em seu e-mail

Fique por dentro dos  eventos, notícias e conteúdos da Faculdade Arnaldo.

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.